Lendo agora:

SÊLA anuncia novo site e celebra com evento na Casa Natura Musical

Para celebrar o protagonismo da mulher na música e o novo portal de conteúdo criado pela SÊLA (bem-vindxs ao primeiro post), a Mostra SÊLA ocupa a Casa Natura Musical dia 9 de dezembro, a partir das 20h, integrando a programação oficial da SIM SP 2017 (Semana Internacional da Música). No line up misturam-se artistas consagradas como Ana Cañas e Ana Larousse, nomes que tiveram destaque em 2017 como Letrux (vencedora no prêmio Multishow na categoria “disco do ano”), Luiza Lian (indicada na categoria “revelação” ao prêmio Multishow e WME), Luedji Luna, Ekena e ainda cantoras e compositoras parceiras da SÊLA representadas por Nina Oliveira, Luana Hansen e Camila Garófalo. Os ingressos estão disponíveis no site da Natura. Mais detalhes serão revelados através do novo site mulhernamusica.com.br (exatamente onde você está agora).

Entre uma atração e outra da mostra, acontece uma ocupação sonora produzida pela radialista Déborah Pill. A ação intitulada Brecha Sonora contém depoimentos de mulheres instrumentistas, cantoras e produtoras como Anna Tréa, Paula Cavalciuk, Marina Melo, Labaq, Mônica Agena (Moxine), Luíza Pereira (Inky), Fernanda Gamarano (Der Baum), Daniely Simões (BBGG), Lili Buarque, Monique Dardene (Women’s Music Event), Mariângela Carvalho (Distúrbio Feminino), Roberta Youssef (Festival Sonora), Lúcia Ellen (Hard Grrrls) e Andressa Brandão (As Mina Tudo). A discotecagem fica por conta da DJ Nat Jako que toca no vinil um repertório 100% feminino.

Realizar uma Mostra dentro de uma casa como a Natura Musical integrando a maior feira de música do país é um fato histórico para nós, é sinal de resistência. (SÊLA)

Outras duas ações do coletivo acontecem durante a SIM SP: uma dela é o Espaço SÊLA, localizado no Centro Cultural São Paulo (CCSP), com funcionamento nos dias 7, 8 e 9 de dezembro, das 14h às 19h. O espaço será ocupado por rodas de conversas sobre o processo de composição, os desafios do mercado para a mulher na música e sua coragem para enfrentá-lo e vencê-lo. Afim de reunir conteúdo dessa mesma temática, a SÊLA aproveita o momento para lançar o site mulhernamusica.com.br.

Desde que nasceu, no início do ano, a SÊLA vem se consolidando no mercado como uma aliança entre mulheres da música que busca ocupar espaço nos palcos e nos bastidores da cena. O coletivo já realizou a primeira edição de seu festival no Centro Cultural São Paulo e também ganhou seu próprio palco no festival Dia da Música. A ideia é fazer reverberar o conceito de sororidade entre as envolvidas para que o ciclo de competitividade entre mulheres seja quebrado e as profissionais possam se fortalecer juntas. SÊLA é ser ela, é se colocar no lugar da outra.

Programação:
20h20 Nina Oliveira (SP)
20h50 Luana Hansen (SP)
21h30 Luedji Luna (BA)
22h20 Camila Garófalo (SP) part. Ana Larousse (PR)
23h00 Letrux (RJ)
00h00 Luiza Lian (SP)
00h50 Ana Cañas (SP) part. Ekena (SP)

SERVIÇO:
O que: Mostra SÊLA
Quando: 9 de dezembro, das 20h às 02h
Onde: Casa Natura Musical
Quanto:
40 (pista)
90 (bistrô)
100 (camarote)

Compartilhe
Escrito por

Quando criou a SÊLA, Camila entendeu que duas artistas tinham mais força que uma. E que três artistas tinham ainda mais força que duas. Desde então sua carreira solo como cantora e compositora ganhou outra dimensão e por isso tem se preparado para lançar o novo disco como GALI, seu novo nome artístico. Como empresária acumulou funções de publicitária, jornalista, apresentadora, palestrante e articuladora. Criou o mulhernamusica.com.br para estimular o conteúdo feito por elas e está aberta a quantas outras funções forem necessárias para fazer mais por elas.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Digite o que você deseja buscar