Lendo agora:

“Cai de boca no asfalto e gostei”: Julia Valiengo e Mariana Degani lançam clipe juntas

A inspiração da música nasceu de um tombo na rua e clipe foi filmado na madrugada paulistana. “De Boca acabou de ser lançada em todas as plataformas digitais e também na festa Pilantragi, em São Paulo.

“Cai de boca no asfalto e… gostei”

Madrugada e calçada molhada. A queda seguida do gozo. Esses são alguns dos elementos da nova música e clipe De Boca das cantoras, compositoras e artistas-visuais Julia Valiengo (Trupe Chá de Boldo, Frito Sampler) e Mariana Degani. Elas se unem pela primeira vez numa criação em parceria. A música tem produção de Felipe Botelho, mixagem e masterização de Eduardo Bonuzzi e participação de Gustavo Cabelo na guitarra.

Julia Valiengo – foto divulgação do clipe

Gravado em apenas uma noite, com uma equipe reduzida e orçamento quase zero, o clipe filmado na Praça Benedito Calixto tem direção da cineasta premiada e artista visual Fernanda Pessoa.

“A Julia e a Mariana trouxeram essa imagem da personagem que cai do salto. Tínhamos algumas ideias de planos e cenas, mas não um roteiro pré-definido. Estávamos abertas à improvisação e ao acaso, como aconteceu com o caminhão e os trabalhadores da limpeza, que apareceram para limpar a praça e fizeram uma participação especial no clipe”, nos conta Fernanda que é formada em cinema pela FAAP (2010) e mestre em Cinema e Audiovisual pela Université Sorbonne Nouvelle (2013), sob a direção de Philippe Dubois. Em 2017 lançou seu primeiro longa-metragem documental, “Histórias que nosso cinema (não) contava, exibido em mais de 15 festivais nacionais e internacionais, e ganhador de 5 prêmios, como Melhor Filme no Festival Internacional Pachamama e Melhor Filme pelo Júri da Crítica na Semana Festival (ex-Semana dos Realizadores).

No clipe, Julia e Mariana se alternam em uma personagem que, ao vagar de noite pela cidade, depara-se com uma inusitada sensação de prazer provocada por uma queda.

Mariana Degani – foto divulgação do clipe

Julia nos conta a história por trás de tudo, “certa vez eu levei um baita tombo no meio da rua e caí direto com a boca no chão. Saí contando pra todo mundo do acontecido, não porque eu tenha me machucado ou porque tive vergonha do homem que viu toda a cena mas porque depois que eu me levantei, pude desfrutar de uma sensação totalmente nova e deliciosa que era nada menos que um impactante beijo no asfalto. E assim veio a inspiração para a música, pela boca.”

“Num dia qualquer recebi uma gravação da Julia. Era um registro de whatsapp dela cantando o refrão que dá início a música e um convite pra uma parceria. Assim que escutei já vieram várias imagens na minha cabeça: volta da balada, alterações de percepção, a alegorização da queda e seus significados. Decadence sans elegance, mas ela não está nem aí. Se entrega ao prazer da queda, de boca”, Mariana nos releva como se deu a parceria.

Assistir De Boca aqui:


FICHA TÉCNICA DA MÚSICA
letra e música: Julia Valiengo e Mar iana Degani
produção musical: Felipe B otelho
mixagem e masterização: Eduar do B onuzzi (Mancha)
intérpretes: Julia Valiengo (voz e guitarra), Mariana Degani (voz),
Felipe B otelho (baixo, s ynth e pr ogramações),
Gustavo Ca belo (guitarra)

FICHA TÉCNICA DO CLIPE
Direção, câmera e edição: Fernanda Pessoa
Assistentes de realização: Pedro Gallego e B runo Mor eschi
Maquiagem: Jemima Tuany
Assistente de Produção: Remi Cha tain
Correção de cor: Luis Totem
Produção: Pessoa Produções


 

Compartilhe
Escrito por

Paulistana, 31 anos, riot grrrl, apaixonada por música, moda, arte e literatura. Inquieta, é estilista, arte terapeuta e cabeleireira natural. Na adolescência idealizou a Hard Grrrls e aprendeu tocar guitarra para formar a banda Sündae. Hoje, está na banda George Sand, é colunista independente da Revista AZMina e colaboradora do Mulher na Música.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Digite o que você deseja buscar