Lendo agora:

“Alegria, arte e afeto”, tudo isso no EP de estreia das Pitaias

Dar o play no EP Pitaias, da banda de mesmo nome, é se sentir em casa, num bar ou andando na rua. Mas tudo isso, juntas. Lançado nesta sexta-feira, 9 de Novembro, o trabalho de estreia do grupo paulistano soa como uma boa conversa entre amigas, aquela durante a volta da faculdade ou entre as cervejas pós expediente pra comentar o dia a dia. É um papo reto e leve, dançante e divertido, como a fruta doce e colorida que dá nome ao projeto.

Formada por Bê Mantoani (baixo), Luri Mantoani (sax alto), Mag Magrela (voz), Natália Ferlin (guitarra), Norma Odara (voz) e Pri Norat (bateria e percussão), a Pitaias gravou a obra num dos estúdios mais bacanas e referência da capital paulista, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo – via Convocatória LAB MIS Estúdio de Som em 2017 -, com algumas gravações tendo sido realizadas também no Estúdio Veredas.

Com 4 músicas inéditas, Pitaias segue uma sonoridade múltipla, voltada a ritmos brasileiros, com elementos de percussão africana e melodias pop, contagiante em cada detalhe. Em entrevista pra Mulher na Música, a banda contou mais sobre o lançamento e o atual momento delas. Se liga:

O clipe de “Minha Versão” é uma delícia: vocês juntas e em momentos individuais, cantando, tocando e dançando. Mulheres livres se divertindo, algo super natural, mas que no Brasil de hoje não deixa de ser também uma manifestação de resistência. Como vocês sentem “Minha Versão” neste momento?

Essa música é como um grito, anunciando a independência de nós mulheres, mostrando nossa força, união e que não vamos desistir de lutar pela nossa liberdade. E falamos isso com alegria, com a arte, com afeto.

Queríamos saber mais do EP também!

Esse EP vem com quatro músicas. É o nosso primeiro trabalho nesse formato e foi feito ao longo de um ano. Começamos a gravar no Estúdio LAB MIS, nós mesmas produzimos e contamos com a parceria de estúdios e amigos para a segunda parte da gravação, mixagem e masterização.

Vocês gravaram no MIS SP, que é um dos espaços mais importantes de pesquisa e produção do audiovisual em São Paulo. Como foi essa experiência de gravar no museu?

Foi uma alegria quando soubemos que tínhamos passado no edital do MIS, é um primeiro reconhecimento do nosso trabalho e da nossa vontade de crescer e expandir nossa música. Gratificante poder ter feito parte da história do LAB MIS e ter tido contato com os profissionais do museu.

Quais mulheres não andam saindo do radinho das Pitaias?

Algumas delas são Mayra Andrade, Céu, Mariana Aydar, Xênia França, Luedji Luna, Anelis Assumpção e Duda Beat.

Próximos shows e lançamentos da Pitaias

Nosso EP estreou nas plataformas digitais dia 9/11 e o show de lançamento será dia 29/11, no Mundo Pensante. Para fechar o ano, participaremos da programação da SIM São Paulo (Semana Internacional da Música) em dezembro.

Pitaias no Mundo Pensante – Estreia EP
Pitaias
data: quinta-feira, 29 de Novembro de 2018
horário: 20h
local: Mundo Pensante – Rua Treze de Maio, 830
entrada: R$ 15 antecipados aqui e R$ 20 na porta
classificação etária: 18 anos

Compartilhe

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Digite o que você deseja buscar