Lendo agora:

Trilha sonora de espetáculo chileno vira música nas mãos de Mariá Portugal

Trilha sonora de espetáculo chileno vira música nas mãos de Mariá Portugal

 Mais conhecida como baterista, Mariá Portugal atualmente faz parte da Quartabê, além de trabalhar com Arrigo Barnabé e Iara Rennó. Já tocou e gravou com Elza Soares, Metá Metá, Ava Rocha, Fernanda Takai, Pato Fu, Benjamin Taubkin e Negro Leo, entre outros. Além disso, Mariá também vem compondo trilha sonora para dança, teatro, cinema, vídeo, publicidade e instalações sonoras há 18 anos, trabalhando com artistas como Patrícia Noronha, Cristiane Paoli Quito, Diogo Granato, Key Sawao, Manuela Martelli, Vinícius Calderoni, Panamá Filmes, Galeria Experiência. Produziu os discos “Qualquer Lugar” (2008), de Natalia Mallo, e “Bolerinho” (2017), do grupo homônimo, e se prepara para produzir seu primeiro disco solo, a ser lançado em 2019.

“Democracia” é a montagem de trechos da trilha sonora feita para o espetáculo homônimo do diretor Felipe Hirsch. A obra é uma produção chilena, tendo sido realizada especialmente para o Festival Santiago a Mil, em Santiago do Chile, em 2018. Conta com atrizes como Manuela Martelli e Trinindad Gonzáles no elenco, cenário de Daniela Thomas e Felipe Tassara e luz de Beto Bruel. A peça entrará em circulação internacional em 2019. A faixa é composta inteiramente em suporte eletrônico, e trabalha em cima de microsamples de obras orquestrais do compositor chileno Luis Advis e sons de carreatas eleitorais.

1) Como foi o processo de gravação da música para a coletânea SÊLA? 

“Democracia” é um tema composto especialmente pra peça de teatro de mesmo nome, com direção de Felipe Hirsch. A peça estreou no festival Santiago a Mil, em Santiago de Chile, no começo de 2018.

2) Porque você se assumiu produtora musical? Demorou muito? 

Sou produtora desde que comecei a trabalhar com trilha sonora para dança e teatro, com minha mãe, quando tinha 18 anos. Sempre me acostumei a produzir as trilhas inteiramente, desde a composição até a mixagem. 

3. Porque você é produtora musical?

Eu vejo a composição e produção como uma mesma coisa. Sempre que componho algo, seja uma trilha ou meu trabalho próprio, já o faço produzindo. Tem a ver com a maneira com que gosto de trabalhar, e também com o repertório musical que me atrai. Portanto não sei se há um porquê, é algo que vem diretamente da vontade de criar.  

Eu vejo a composição e produção como uma mesma coisa. Sempre que componho algo, seja uma trilha ou meu trabalho próprio, já o faço produzindo (Mariá Portugal)

Compartilhe

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Digite o que você deseja buscar