Lendo agora:

PWR por aí: MANANZIN Tour reúne três artistas do selo

PWR por aí: MANANZIN Tour reúne três artistas do selo

Carinhosamente apelidado de Mananzin PWR – convidamos a Manacá Me Viu Pequena, Obinrin Trio e a LUMANZIN para uma turnê juntas. Amigas de longa data, de improvisos, criações e corais, o movimento de juntar essas artistas já parecia natural. 

Viabilizar essas viagens e encontros é o cerne da PWR (lê-se power). Uma grande amiga (de turnês, claro!) uma vez ressignificou o poder e transformou em potência. Em 3 anos de caminhada, a PWR se coloca como viabilizadora da potência criativa feminina e feminista.

Fizemos essa viagem pra começar uma ponte nova entre as artistas e o público.

Com o novíssimo, quarentena, LUMANZIN fala sobre processos de cura e auto-perdão, auto-conhecimento, isolamento e o ciclo de vida-morte-vida que passamos. 

O show solo, com um violão, percussão e muito loop, a LU convida o público a conhecer a realidade da “quarentena” usando as diferentes mídias para tornar mais completa a experiência – na estrada e com economia de equipamentos.

:: lumanzin ::

OUÇA : quarentena

Manacá me viu pequena surgiu em um porão entre improvisos e risadas, juntas elas descobriram uma sintonia ímpar e a possibilidade latente de expandir somando suas potências. 

Hoje conta com a percussão singular de Lana Lopes, as cordas marcantes de Rebeca Canhestro, a voz singela e precisa de Ananda Maranhão, e os imprescindíveis sopros de Lari Eva. Com a partida da vocalista e compositora Malu Magri para Boston, LUMANZIN assume os vocais desafiadores da Malu.

A apresentação aponta novas rotas com uma abordagem lúdica, vontades pessoais e coletivas colocadas a mostra nessa incessante procura por sinceridade, se propondo a chamar novas vozes a cada show, somando ainda mais individualidades e possibilidades da sua orgânica formação.

:: manacá me viu pequena ::

Além dos shows, estamos viajando com uma Oficina na manga, girando em torno da percussão com exercícios a partir das músicas das Manacá e Obinrin e, sobretudo, sobre o Corpo Como Instrumento de Composição. É um convite para fora da zona de conforto, apesar de não ser necessário material algum, muito menos experiência prévia. Um pré show pra trocar ritmos e saberes é o que abre a nossa turnê, em Uberaba no Lab 96 – um laboratório de música e casa de cultura, nossa casa em Uberaba.

mais infos aqui :: https://www.facebook.com/events/2339264892992983/

No dia seguinte, a Conexão Bananada acontece em Uberaba, de novo no Lab96, apresentamos os 3 shows, com um friozinho na barriga.

mais infos 🙂 https://www.facebook.com/events/2568422156502189/

Obinrin é sinônimo de feminino em yorubá, e toda essa potência criadora se traduz em sua música. Raíssa e Lana Lopes estavam ressoando juntas desde o útero de sua mãe. As gêmeas viram Elis Menezes tocando no carnaval de 2016 e, sem perceber, já começaram a improvisar e trocar musicalmente pelas calçadas. 

A banda veio de um susto – que sorte a nossa! – o nome surgiu no mesmo dia que fizeram sua primeira música juntas, e logo em seguida, o primeiro show. 

:: obinrin trio ::

Quem for nos ver em Uberlândia, tem uma surpresa! Os três shows se unem num só, o set foi pensado para mostrar um pouco das 7 artistas, com intervenções e criações de uma na música da outra.

saiba mais: https://www.facebook.com/events/1189733647884317/

Depois de uma apresentação calorosa no Festival COMA (Brasília), a Obinrin volta correndo para o centro-oeste, muito bem acompanhadas. A apresentação em Goiânia acontece dentro da programação do Festival Bananada, no Shiva Alt-bar. A entrada é gratuita pra quem tem pulseira OURO mas tem ingresso na porta – e quem compra lá na hora tem desconto nas camisetas!

finalmente, bananada <3 https://www.facebook.com/events/2362189964059292/

Turnês são feitas por pessoas e histórias. Esperamos encontrar você na estrada pra criarmos essa histórias juntas.

SERVIÇOS

Oficina Corpo como Instrumento de Composição / Ubera

Oficina Corpo como Instrumento de Composição / Uberaba

7 de Agosto: Oficina Corpo como Instrumento de Composição

19h as 22h no Lab96.

Ingressos: R$ 30 (oficina + show)

Inscrições: https://forms.gle/CQ2kW5cmq62rUJd57 

https://www.facebook.com/events/2339264892992983/

Conexão Bananada / Uberaba

8 de Agosto: Conexão Bananada ❖ Obinrin Trio, Manacá e Lumanzin 

21h, no Lab96.

Ingressos R$ 10

https://www.facebook.com/events/2568422156502189/

Show Triplo / Uberlândia 

10 de Agosto: Show triplo 

16h, na Casa Verde.

Ingressos R$ 20 a R$ 30

https://www.facebook.com/events/1189733647884317/

Showcase PWR Records I Festival Bananada 2019

13 de Agosto: Obinrin Trio, Manacá Me Viu Pequena, LUMANZIN e DJ Amanda Bred

18h, no Shiva Alt Bar.

Ingressos:  A entrada é gratuita pra quem tem pulseira OURO mas tem ingresso na porta – R$ 15 – e quem compra lá na hora tem desconto nas camisetas!

https://www.facebook.com/events/2362189964059292/

Pra ajudar a financiar esses km rodados, ainda fizemos uma tiragem LIMITADÍSSIMA de camisetas. Compras em bit.ly/pwrmerch e entregas pela estrada – ou por correio.

Compartilhe

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Digite o que você deseja buscar